Vítima de vazamento de dados do Facebook publica vídeo mostrando as informações guardadas pelo site

Vítima de vazamento de dados do Facebook publica vídeo mostrando as informações guardadas pelo site

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Mais de 530 milhões de dados de usuários do Facebook vazaram. Ao saber que tinha sido uma das vítimas, o jovem Zamaan Qureshi quis saber que tipos de dados sobre ele a plataforma mantem armazenados e publicou um vídeo que viralizou no Twitter mostrando os resultados de sua busca.

O estudante da American University faz parte da organização The Real Facebook Oversight Board, que critica a coleta de dados da rede social. Ele descobriu que suas informações foram incluídas no vazamento depois de usar o novo recurso de pesquisa de número de telefone no site “Have I Been Pwned”.

publicidade

Qureshi disse que ficou “surpreso ao saber que o Facebook o está seguindo em toda a Internet“. A gravação de tela que acompanha o tweet mostra dezenas de pastas e subpastas com informações sobre a navegação do usuário.

Coleta de dados do Facebook

O jovem baixou seus dados por meio da guia Configurações no Facebook “Estou ciente de que o Facebook coleta dados do usuário quando você não está na plataforma do Facebook e isso era preocupante para mim”, disse em entrevista ao Newsweek.

No vídeo estão presentes informações extraídas de aplicativos cujo login foi feito usando sua conta do Facebook, mas que não estão dentro da rede social. As empresas dizem que o compartilhamento desses dados é para “personalizar a experiência do usuário”.

Leia mais:

De acordo com o Facebook, dados de navegação fora da rede social são usados para fins de “medição e para fazer melhorias em nossos sistemas de anúncios”. No entanto, a plataforma ressalta que o sistema pode ser desconectado de uma conta caso a opção de rastreamento seja desligada nas configurações.

O problema é que ao desconectar o rastreamento futuro, todos os aplicativos logados com o Facebook são desconectados e o usuário só pode voltar a fazer o login caso mude a opção de compartilhamento de dados. A rede social ainda explicou para o Newsweek que esse tipo de informação não está presentes no vazamento de 2019.

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...