Uber Eats reduz taxas de restaurantes em até 70%

Uber Eats reduz taxas de restaurantes em até 70%

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Aplicativos de entrega estão dando uma ‘forcinha’ extra para seus restaurantes parceiros devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 no país. Nesta quarta-feira (31), o Uber Eats anunciou reajustes nas taxas cobradas aos parceiros da plataforma. As novidades começam a valer a partir de 8 de abril.

O desconto pode chegar a 70% no caso de negócios que já operam no Uber Eats com entregadores próprios, sendo que a plataforma cobrará 5% do valor dos pedidos durante 30 dias. 

publicidade

Já os restaurantes que usam os entregadores do serviço poderão ter redução de 40% nas taxas, pagando 18% ao app no mesmo período. Vale lembrar que os pedidos de desconto devem ser feitos até 7 de abril.

Uber Eats reduzirá taxas de restaurantes parceiros na pandemia. Foto: nrqemi / Shutterstock.com

Novos restaurantes parceiros com entregadores próprios que se cadastrarem no Uber Eats, também saem ganhando. Terão um mês para testar a plataforma sem pagar taxas. Quem optar por usar os motoboys do Uber Eats terá uma taxa fixa de 18% por pedido no período de avaliação.

Ademais, o Uber Eats também vai investir cerca de R$ 70 milhões em ações de marketing para gerar demanda para os restaurantes cadastrados na plataforma e impulsionar as vendas durante o período.

“Essas novas medidas se somam às ações de auxílio que anunciamos em fevereiro e que estão sendo prorrogadas por mais um mês”, afirmou Rafael Pereira, chefe de Operações de Restaurantes do Uber Eats, em nota. Entre essas ações está a antecipação diária e gratuita dos pagamentos para os restaurantes. 

Leia mais:

Rappi libera empréstimos

Recentemente, o Rappi também anunciou medidas para ajudar seus restaurantes parceiros durante a crise em decorrência à pandemia. Além de liberar R$ 100 milhões em empréstimos, o app de entregas prevê acelerar o repasse das vendas pelos próximos quatro meses, liberando os valores em até sete dias – o período regular, praticado pré-pandemia, era de 30 dias.

Dessa forma, o Rappi espera que as ações não ajudem apenas os restaurantes parceiros antigos, mas também incentive a entrada de ainda mais estabelecimentos do setor na plataforma de entregas.

Também como parte desse incentivo para novos estabelecimentos, e para tornar a entrada deles na plataforma ainda mais atrativa, a startup vai oferecer a isenção de taxas por 90 dias.

Via: Estadão

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...