Tesla bate recorde e dobra suas vendas em um ano

Tesla bate recorde e dobra suas vendas em um ano

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A Tesla anunciou nesta sexta-feira (2) que mais do que dobrou o número de carros entregues no primeiro trimestre do ano – foram 184,8 mil veículos vendidos entre janeiro e março, contra 88,5 mil no mesmo período em 2020. O número supera ainda o antigo recorde de 180 mil vendas, do quarto trimestre do ano passado.

A montadora mostra que está se recuperando do impacto causado pela pandemia de Covid-19 no ano passado. Um dos responsáveis por isso foi o Model Y, uma versão mais espaçosa de seu Model 3 sedã – os dois carros responderam por quase todas as suas entregas no primeiro trimestre.

publicidade

“Estamos animados com a forte recepção do Model Y na China e estamos progredindo rapidamente para a capacidade total de produção”, afirmou a empresa, em um comunicado oficial.

Leia mais:

Já o Model S e o utilitário esportivo Model X, seus modelos top de linha, representaram apenas 2.020 entregas no primeiro trimestre. A Tesla ainda sofreu com problemas de produção no início do ano, quando teve que fechar a fábrica de Fremont por alguns dias por falta de peças – reduzindo drasticamente a fabricação dos dois veículos.

Falta de peças e fechamento da fábrica – ambos causados pela Covid-19 – impactaram na produção do Tesla Model S. Imagem: Tesla/Divulgação

De maio até dezembro de 2020, a unidade na Califórnia teve cerca de 450 casos de Covid-19. Os dados divulgados pelo site jurídico PlainSite apontam que o número de casos aumentou no local desde que a companhia decidiu realizar sua abertura. No total, a fábrica possui cerca de 10 mil trabalhadores.

O documento com o registro dos casos foi obtido após decisão judicial favorável. Já em maio, no mês de reabertura, a fábrica teria registrado cerca de 10 relatórios de novos casos. Inicialmente, a unidade foi fechada em 23 de março depois que as autoridades de saúde pública do condado de Alameda decidiram pelo fechamento de negócios não essenciais.

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...