Sonda chinesa Tianwen-1 registra Marte em fase crescente

Sonda chinesa Tianwen-1 registra Marte em fase crescente

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Enquanto orbita Marte, a sonda chinesa Tianwen-1 vem fazendo fotos incríveis do caminho. No lote mais recente, a espaçonave registrou o Planeta Vermelho como um crescente iluminado pelo Sol no espaço profundo.

As imagens foram feitas a uma distância de cerca de 11 mil quilômetros de Marte, com a câmera de resolução média da Tianwen-1, entre os últimos dias 16 e 18. As fotos mostram características da superfície do planeta e a tênue borda da atmosfera marciana.

publicidade

Foto tirada em 16 de março de 2021 mostra Marte em fase crescente pelo ponto de vista da sonda Tianwen-1 da China. Imagem: CNSA/Xinhua

Tianwen-1 é a primeira sonda enviada pela China para Marte e foi lançada em 23 de julho de 2020 por um foguete do Centro de Lançamento de Satélites Wenchang, localizado na província chinesa de Hainan. Esta é 46ª missão lançada para exploração do Planeta Vermelho desde outubro de 1960, quando a União Soviética enviou a primeira espaçonave com destino a Marte, que fica a 480 milhões de quilômetros da Terra.

Leia também:

Apenas 19 dessas missões foram bem-sucedidas, inclusive a do rover Perseverance, da Nasa, que pousou no dia 18 de fevereiro deste ano. A Tianwen-1 chegou a Marte em 10 de fevereiro, apenas um dia depois da sonda Hope nos Emirados Árabes Unidos e uma semana antes do rover Perseverance.

“O principal objetivo da missão é buscar e mapear a distribuição de água congelada na superfície e subsolo” de Marte, disse Long Xiao, cientista planetário na Universidade Chinesa de Geociência, em declaração ao site Space News. Também serão conduzidos estudos da ionosfera e magnetosfera do planeta.

A equipe responsável pela missão tem se dedicado aos preparativos de uma tentativa de pousar um robô explorador no planeta, programada para maio deste ano. Os dois possíveis locais de pouso do rover são uma região conhecida como Chryse Planitia, ao norte do Equador de Marte e a leste da região de Tharsis, e a Utopia Planitia, local de pouso da missão norte-americana Viking 2 em 1976. As coordenadas exatas são mantidas em segredo.

Via: Space.com/Xinhua

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...