Marca de bicicletas elétricas terá baterias recicladas por fundador da Tesla

Marca de bicicletas elétricas terá baterias recicladas por fundador da Tesla

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A Specialized, terceira maior marca de bicicletas elétricas dos Estados Unidos (EUA), anunciou um acordo com um dos fundadores da Tesla para reciclar as baterias da fabricante. O processo será feito pela Redwood Materials, empresa de Jeffrey “JB” Straubel que recicla baterias para carros e outros veículos elétricos.

A crescente popularidade das bicicletas elétricas e as vendas recorde fazem com que a preocupação com o que acontece às baterias utilizadas seja um desafio. A parceria entre as duas empresas tem o objetivo de dar uma “segunda vida” às fontes de energia obsoletas.

publicidade

Imagem: Halfpoint/Shutterstock

As bicicletas elétricas são construídas para durar a vida toda, mas as baterias normalmente ficam sem carga depois de quatro ou seis anos, explica Chris Yu, diretor de produtos da Specialized, ao portal The Verge. “Geralmente, as bicicletas vão durar muito mais [do que as baterias] e sempre esteve em nossas mentes: o que fazemos com elas?”

O trabalho da Redwood será de avaliar as baterias usadas das bicicletas: primeiramente, a empresa identifica componentes como conectores e suportes que podem ser reutilizados de forma viável. Em seguida, as próprias fontes de energia são processadas para que elementos como níquel, cobalto e cobre possam ser extraídos e usados ​​novamente.

Leia mais:

Essas baterias, que normalmente são instaladas ou integradas no inferior da bicicleta, ativam o motor quando o ciclista está pedalando ou usa o acelerador. Yu explicou que, por meio de notificações de diagnóstico via aplicativo de smartphones, a empresa vai alertar os clientes sobre a vida últil da fonte de energia.

Quanto à recuperação dos objetos, a Specialized afirmou que planeja recolhê-las através de um programa piloto, que reencaminha todas as baterias usadas para as instalações da Redwood. Até agora, com o projeto em fase de testes, 100% das baterias coletadas foram recicladas.

A empresa garante que até o final de 2021, cada uma das baterias de e-bikes “terá um caminho” para um correto processo de reciclagem.

Boom de bicicletas elétricas no mundo

Com o crescimento das vendas de bicicletas elétricas, espera-se que haja um boom de baterias gastas que precisam ser recicladas nas próximas décadas – talvez mais do que de carros elétricos.

Duas pessoas andando de bicicleta
A Porsche lançou dois modelos de bicicletas elétricas. Imagem: Porsche/Divulgação

Mais bicicletas elétricas foram vendidas na Alemanha em 2020 do que todos os carros elétricos vendidos na Europa. Mais de 547 mil e-bikes foram vendidas na Holanda no ano passado, ou seja, 54% a mais do que o número total de carros, tanto a combustível quanto elétricos.

E segundo a empresa de auditora internacional a Deloitte, espera-se que 130 milhões de unidades de bicicletas elétrica sejam vendidas mundialmente entre 2020 e 2023, tornando-as o veículo movido a bateria mais popular do planeta.

Fonte: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...