Lesões no coração são encontradas em pacientes que tiveram forma grave de Covid-19

Lesões no coração são encontradas em pacientes que tiveram forma grave de Covid-19

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Danos no coração afetam cerca de 50% dos pacientes que foram internados com Covid-19 grave e apresentam níveis anormais de troponina no sangue. Esse componente é liberado quando o músculo cardíaco está lesionado – ou seja, quando uma artéria está entupida ou quando há inflamação no coração.

A conclusão é de um estudo com 148 pacientes de seis hospitais de Londres. Esse é o maior levantamento a investigar doentes de Covid-19 que tiveram aumentos nos níveis de troponina. Muitos infectados que desenvolvem a forma grave da doença têm aumento nos níveis do componente durante a fase mais crítica da infecção. Isso porque é nessa etapa que o organismo exagera na resposta imune para se proteger.

publicidade

As sequelas no coração foram detectadas nos pacientes a partir de exames de ressonância magnética. Eles foram convidados a fazer a avaliação depois da alta hospitalar por terem apresentado elevação anormal nos níveis de troponina no sangue – o objetivo era entender as causas e a extensão das lesões.

Os resultados do estudo foram publicados no European Heart Journal. Os efeitos observados incluem inflamação do músculo cardíaco, cicatrizes ou morte do tecido do coração, fornecimento de sangue restrito e combinações dos três. Nesta sexta-feira (19), a pesquisa foi apresentada no encontro anual da Sociedade para Ressonância Magnética Cardiovascular.

Marianna Fontana, professora de cardiologia no University College London, fez a pesquisa em conjunto com Graham Cole, cardiologista do Imperial College London. “Níveis elevados de troponina no sangue são associados a resultados ruins em pacientes com Covid-19. Exames de ressonância magnética permitem identificar padrões de danos no coração, o que pode ajudar a fazer diagnósticos mais precisos para definir tratamentos mais eficientes”, explica Marianna.

Danos no coração são comuns

Segundo ela, todos os participantes estiveram internados. “Um em cada três deles precisaram de ventilação mecânina enquanto estiveram na unidade de terapia intensiva.” A professora diz que danos relacionados a inflamação e cicatrizes no coração são comuns em pacientes de Covid-19 que tiveram elevação nos níveis de troponina.

publicidade

Por outro lado, essas lesões têm poucas consequências para o funcionamento do órgão. “Esses resultados primeiramente nos ajudam a encontrar formas de prevenir as sequelas. Além disso, detectar as consequências deles durante a recuperação é útil para identificar indivíduos que possam se beneficiar de tratamento para proteger a função do coração ao longo do tempo.”

Apesar de muito útil, o estudo é limitado pelo perfil dos pacientes selecionados. “Ainda não sabemos o que acontece com pacientes que não são hospitalizados ou aqueles que não têm elevação nos níveis de troponina”, conclui Marianna.

Fonte: Medical Xpress

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...