Butantan entrega mais 1 milhão de doses da CoronaVac para o governo federal

Butantan entrega mais 1 milhão de doses da CoronaVac para o governo federal

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Mais 1 milhão de doses da CoronaVac vão ser distribuídas para os brasileiros. O Instituto Butantan anunciou nesta quarta-feira (14) que entregou as doses da vacina para o governo federal, que realiza a imunização pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI).

No total, o laboratório já entregou 40 milhões de unidades do produto para o Ministério da Saúde. Isso corresponde a 80% do total prometido pelo Butantan até o final de abril, que prevê 46 milhões de doses da CoronaVac. Um segundo contrato, válido até o fim de setembro, estabelece mais 54 milhões de vacinas.

publicidade

Atraso nas doses da CoronaVac

Apesar disso, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, prevê um atraso na entrega das doses finais do primeiro pacote. Em coletiva de imprensa, ele destacou que três mil litros de insumos que deveriam ter chegado da China na primeira semana de abril devem ser entregues apenas no dia 19. Dessa forma, o PNI só deve receber as últimas 5 milhões de doses na primeira semana de maio.

Leia mais:

Existe ainda um segundo lote de insumos comprados da China, outros três mil litros, que também estava previsto para abril, mas ainda não foi liberado no país asiático. “Para a primeira semana de abril, estavam previstas a chegada de seis mil litros de insumos da China. Esses seis mil litros foram divididos em duas remessas de três mil litros. A primeira chega no dia 19 de abril e estamos aguardando a autorização para a segunda remessa de três mil litros”, explicou Covas.

A produção das próximas 54 milhões de doses da CoronaVac vai começar a ser feita a partir da chegada dos novos insumos. “Essa matéria-prima ainda não está autorizada para vir [ao Brasil]. A autorização é lote a lote. Aguardamos para o início de maio o início de remessa de matéria-prima [insumos] para as 54 milhões de doses”, completou o diretor.

Via Agência Brasil

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...