50 mil doses de vacina são doadas para imunização de jogadores de futebol

50 mil doses de vacina são doadas para imunização de jogadores de futebol

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A CONMEBOL recebeu uma doação de 50 mil doses da vacina da Sinovac para vacinar jogadores de futebol masculino e feminino (além de funcionários que atuam nas partidas) nas principais competições esportivas da entidade. O órgão é responsável pela organização de eventos na América do Sul como a Libertadores, a Copa Sul-Americana e a Copa América.

A confederação confirmou os imunizantes e disse que a prioridade vai ser vacinar atletas de seleções que vão disputar a Copa América, em Junho. “Este é um grande passo para derrotar a pandemia, mas de forma alguma significa que estamos baixando a guarda. Vamos manter o nosso trabalho responsável, que nos permitiu concluir os nossos torneios com tranquilidade e sem alterar os formatos”, disse Alejandro Dominguez, presidente da CONMEBOL.

publicidade

A doação veio diretamente da China e foi organizada pelo Presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou. A vacina da Sinovac também é produzida aqui no Brasil, pelo Instituto Butantan, que não teve envolvimento com a negociação das doses para a entidade esportiva. “Agradeço este grande gesto de solidariedade e apoio da empresa Sinovac, que entendeu que o futebol é uma atividade fundamental para a economia, cultura e saúde física e mental dos sul-americanos”, disse ainda Dominguez.

Leia também: 

“Os detalhes logísticos e operacionais do processo de vacinação serão devidamente informados pela CONMEBOL, em coordenação com as Associações Membros”, completa o comunicado do órgão. A Copa América começa no dia 13 de junho, a vacina deve ser aplicada e distribuída para jogadores de futebol, comissão técnica e funcionários antes disso. O Brasil disputa a competição.

Para saber mais sobre a produção da CoronaVac, leia o especial do Olhar Digital.

Confira à íntegra da nota divulgada pela CONMEBOL:

A CONMEBOL chegou a um acordo com a empresa farmacêutica Sinovac Biotech Ltd, da China, para a doação de um total de 50.000 doses de sua vacina contra a COVID-19.

Trata-se de um apoio concreto por parte da firma chinesa para a realização da Copa América e para as outras competições do futebol sul-americano.

A mediação do Presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, foi crucial para concretizar o acordo de enorme importância para o futebol sul-americano.

O presidente da CONMEBOL, Alejandro Domínguez, anunciou oficialmente que a empresa chinesa Sinovac Biotech Ltd entregará para a instituição em caráter de doação um total de 50.000 doses de sua vacina contra a COVID-19, como um claro e positivo apoio ao futebol sul-americano, a imunização com a vacina estará focada em jogadores e comissão das equipes principais do futebol profissional sul-americano dos torneios da primeira categoria, masculinos e femininos.

“É a melhor notícia que podia ser recebida para a família do futebol sul-americano, para a qual devemos nossos maiores esforços na CONMEBOL. É um passo adiante enorme para vencer a pandemia da COVID-19, mas não significa de nenhum modo que vamos baixar a guarda. Manteremos nosso trabalho responsável, o que nos permitiu concluir nossos torneios sem contratempos e sem alterar os formatos” disse Dominguez, que adicionou. “Agradeço este grande gesto de solidariedade e de apoio da empresa Sinovac que compreendeu que o futebol é uma atividade fundamental para a economia, a cultura e a saúde física e mental dos sul-americanos”.

O titular da entidade matriz do futebol sul-americano também agradeceu especialmente o presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, o Secretário da Presidência, Álvaro Delgado, o Ministro do Esporte, Sebastián Bauzá, e o embaixador do Uruguai ante a China, Fernando Lugris, pela gestão rápida e eficaz para esta conquista que não tem precedentes no futebol mundial. A Presidência do Uruguai, em seu claro compromisso por apoiar o esporte, ofereceu desinteressadamente seu bom trabalho para mediar com a Sinovac Biotech Ltd. Nenhuma outra confederação no mundo conseguiu até hoje dispor dos imunizantes para iniciar um processo massivo de vacinação.

A logística e os detalhes operativos do processo de vacinação serão informados oportunamente pela CONMEBOL, em coordenação com as Associações Membro.

Via ESPN

FONTE ORIGINAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Suporte
Estamos online...